Música eletrônica e suas vertentes

Música eletrônica e suas vertentes

Música eletrônica é toda música que é criada ou modificada através do uso de equipamentos e instrumentos eletrônicos, tais como sintetizadores, gravadores digitais, computadores ou softwares de composição. Os softwares são desenvolvidos de forma a facilitar a criação.

Por sua história passou de uma vertente da música erudita (fruto do trabalho de compositores visionários) a um elemento da música popular, primeiramente bastante relacionado ao rock e posteriormente discernindo-se como um gênero musical próprio , principalmente relacionado com a música popular nos sub-estilos considerados dançantes tais como o techno, acid, house, trance e drum ‘n’ bass, desenvolvidos a partir do auge da música disco no final da década de 1970). Atualmente existem várias ramificações do estilo, tanto eruditas como populares.

Originalmente relutada por ter sua tecnologia evoluída muito mais rapidamente que sua estética, só passou a ter princípios e tradição após a Segunda Guerra Mundial, com o trabalho de franceses na música concreta e de alemães na Elektronische Musik.

Acid House – o surgimento das raves

A partir de 1988, sob a alcunha Acid House, originou-se um movimento contra cultural em plena Europa convoluta e em meio ao fim do Socialismo, o desmantelamento da URSS, a reunião da Alemanha, que pregava atitude amistosa e tolerante em contraponto ao pessimismo dark dos anos 80. Tanto que o período primordial da Acid House (que existiu mais ou menos de 1988 a 1992) foi apelidado de Second Summer of Love, em referência àquele período dos anos 70 . A base sonora era fundamentalmente eletrônica e rítmica. A cultura de sintetizadores dos anos 70 (krautrock, ambient) se unia com a música eletrônica de gueto dos anos 80 (electrofunk, hip-hop), os ecos da disco music (house) e ruídos sintetizados e mecanizados das metrópoles (techno). A Acid House também antecipou as estéticas cyberpunk dos anos 90 e geek dos anos 2000. Mesmo com a reações negativas da mídia, sobretudo pelo fato de os inúmeros eventos serem ilegais por causa das drogas, o estilo foi se desenvolvendo, e o gênero musical se transformou em movimento. A partir do final da década de 1990 o termo caiu em desuso pelos seus participantes na Europa devido à massificação e desvirtualização do uso.
Um elemento importante para o desenvolvimento da música eletrônica dançante foi o desenvolvimento das raves. Tais festas de música eletrônica começaram como uma reação às tendências da música popular, a cultura de casas noturnas e o rádio comercial. Seu objetivo primordial era a interação entre pessoas e elevação da consciência (uma fuga da realidade) através de diversas formas de arte. Fomentadas primeiramente no Reino Unido e Alemanha, se expandiram para o mundo todo (em muitos casos a estética primordial, baseada na novidade da sonoridade eletrônica, foi substituída por eventos puramente comerciais).

Algumas Vertentes da Musica Eletrônica :

House

House music é um estilo musical surgido em Chicago, nos Estados Unidos, na primeira metade da década de 1980. A origem do nome se deu devido a esse novo estilo de dance music que surgia e começava a ser tocada na casa noturna chamada Warehouse. Os frequentadores da casa iam às lojas de discos a procura das músicas que ouviam no club e pediam por “aquela música da Warehouse”, até as lojas começarem a encurtar o nome de Warehouse Music, para apenas house. Muitos dizem que a house music é uma vertente da disco music e da electropop dos anos 70, pois foram estilos de música quase que contemporâneos . Frankie Knuckles é aclamado por muitos como o “pai” da House Music , ele que é um dos pioneiros deste gênero juntamente com outros nomes como Tony Humphries . Atualmente existem muitas sub-vertentes do house, tais como: funky-house, tech-house, disco-house, progressive house, electro-house, acid house, soulful house, neo-jazz-house, depee- house, entre outros.

O elemento comum de quase toda a house music é uma batida 4/4 gerada numa bateria eletrônica, completada com uma sólida (muitas vezes também gerada eletronicamente) linha de baixo e, em muitos casos, acréscimos de “samplers”, ou pequenas porções de voz ou de instrumentos de outras músicas. Representa, de certa forma, também uma evolução da disco music dos anos 70. A maioria dos projetos (desenvolvidos por DJs e produtores) e grupos de house music têm como origem a Itália, a Alemanha, a Bélgica, além dos Estados Unidos e Reino Unido.

Techno

Techno é um estilo musical eletrônico que surgiu em meados de 1980 e refere-se primariamente a um estilo em particular criado nos Estados Unidos com influências alemãs e desenvolvido nos arredores da cidade de Detroit, subsequentemente adotado por produtores europeus. O termo techno é freqüentemente utilizado erroneamente para descrever todas as formas de música eletrônica.

Apesar de inicialmente concebido como uma música de festa que era mixada diariamente em programas de rádio e tocada em clubes estudantis de Detroit, o Techno cresceu ao ponto de se tornar um fenômeno global. Estes clubes criaram a incubadora na qual o Techno se desenvolveu. Esses jovens promoters criaram e desenvolveram a cena de dance music local captando os gostos da audiência local composta pelos jovens e produzindo festas com DJs inovativos e uma música moderna e ecletica. Logo que esses clubes locais foram crescendo em popularidade, grupos de DJs começaram a se organizar e vender suas técnicas de mixagem e sound system para os clubes, sob nomes como Audio Mix e Direct Drive para abastecer o numero crescente de ouvintes. Locais como centros de atividades de igrejas, galpões abandonados, escritórios e auditórios foram as primeiras localizações aonde o público (na sua maioria menores de idade) se reuniam e onde o estilo e a forma músical do techno foi definida.

Uma leva de lançamentos com influências techno feitos por novos produtores em 1991-92 resultaram numa rápida fragmentação e divergência do gênero- techno do house. Muitos desses produtores eram do Reino Unido e da Holanda, locais aonde o techno ganhou grande número de seguidores e teve papel crucial no desenvolvimentos das cenas club e rave. Muitas dessas novas faixas seguindo gêneros como IDM, trance, Hardcore e Jungle, levaram a música a direções mais experimentais do que os originador do techno pretendiam. O Techno “puro” de Detroit permaneceu como um subgênero, de qualquer forma, liderado por uma nova safra de produtores da área de Detroit como Carl Craig, Kenny Larkin, Richie Hawtin, Jeff Mills, Drexciya e Robert Hood, além de certos músicos do Reino Unido, Bélgica e Alemanha.

Psy Trance

Trance, uma das principais vertentes da música eletrônica, emergiu no início da década de 1990. O gênero é caracterizado pelo tempo entre 130 e 160 bpm, apresentando partes melódicas de sintetizador e uma forma musical progressiva durante a composição, seja de forma crescente ou apresentando quebras. Algumas vezes vocais também são utilizados. O estilo é derivado do house e do techno1 , tendo pegado uma melodiosidade não característica do techno, com seus sons industriais, e menos orgânicos, além de parecerem menos melódicos.
Em geral, a maioria das canções são calmas e de efeito lento e constante na energia-alma e no estado de pensamento. A tradução literal do termo trance para português é transe. O nome foi recebido devido às batidas repetitivas e pelas melodias progressivas características, que levam o ouvinte a um estado de transe, de libertação espiritual, enquanto ouve.

Minimal Techno ou simplesmente Minimal é um estilo de música eletrônica, geralmente considerado como o sub-gênero minimalista derivado do techno. É caracterizado pela repetição de batidas e sons, ou seja, pelo uso de um minimo de elementos de composição. Normalmente associado a sons de origem organica, como pulsação, canto de passaros ou quais quer elementos sonoros repetitivos. A música minimalista tem por objetivo desnudar tudo aquilo que nao é necessário para sua composição, desse modo a música originada dessa vertente de e-music é constante e pulsante, vai sendo criada e recriada diversas vezes dentro do mesmo set musical até se chegar a um apogeu musical no qual os sons tornam-se hipnóticos e induzem o ouvinte a níveis de cordenação motora distintos de outros tipos de música eletronica, considerada também uma das vertentes de baixos BPM’s(Downtempo) mais indutivas a estagios de hipnose.

Darkstep

Darkstep é um subgênero do drum and bass que funde elementos de darkcore com uptempo breakbeats e ruídos ambientais (semelhantes às características de neurofunk ). Música Darkstep é geralmente composto de uma escala cromática . A pausa amen , a quebra tiroteio, e as outras breakbeat amostras de um lugar de destaque. Darkstep vem techstep , enquanto neurofunk depende de ciência ficção paisagem sonora e produção realmente limpo. Darkstep traz de volta os elementos de darkcore filme de terror-como trilha sonora ou vocal trechos, overdistorted techstep basslines e paisagens sonoras industriais. Os ritmos são geralmente mais complexos e mais pesado do que em neurofunk. Muitas vezes, o laço é metálico e tocando, criando uma sensação dissonante

Dubstep

Dubstep é um gênero de música eletrônica que se originou no Sul de Londres, Inglaterra no início da década de 2000. O site de música Allmusic descreveu seu som como “linhas de baixo muito fortes e padrões de bateria reverberantes, samples cortadas e vocais ocasionais.”
O gênero é marcado pelo uso intenso de sub graves, sendo quase que como uma adoração aos sons de frequências baixas e também marcados pelos “bass drops” ao fim da introdução da música, em geral aos 16 ou 32 compassos, onde os elementos mais dominantes na estrutura da música são introduzidos de forma impactante, também é marcado pela composição polirrítmica.8 .
As raízes do dubstep estão nas versões mais experimentais de produtores de UK garage, buscando incorporar elementos de drum and bass no 2-step do Sul de Londres. Alguns artistas dubstep também incorporaram uma variedade externa, de techno, como Basic Channel até música clássica e heavy metal.

Post Anterior
Próximo Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =