Praça General Osório

A Praça surgiu em 1878 com o nome de Largo Oceano Pacífico . No ano seguinte, foi rebatizada como Praça General Osório em homenagem a Manuel Luiz Osório, Marquês do Herval, herói da Guerra do Paraguai e Ministro da Guerra no mesmo ano de 1878.
Hoje, é um local bem arborizado no centro da cidade , ótima área de lazer , com parque infantil, café, relógio , fonte luminosa, banca de flores e jornais , posto policial em seu entorno estão vários, bares, restaurantes, cafés, lojas de moda
Conhecida por suas feiras gastronômicas e de artesanato, como as feirinhas especiais da Páscoa, Pinhão, Primavera e Natal.

Para os visitantes, a Praça General Osório parece ser apenas passagem entre a Rua das Flores, a Praça Rui Barbosa e a Comendador Araújo. Mas para os curitibanos, o espaço apresenta opções de lazer, compras e gastronomia, já que sede espaço para as feiras especiais da Primavera, do Pinhão, de Natal e da Páscoa.

Em meados do século XIX, o local era apenas um grande pântano formado pelo Rio Ivo, localizado em uma das extremidades da Rua das Flores, um obstáculo para o prolongamento dessa via. No início dos anos 1870, o governo provincial, preocupado com a salubridade da região e levando em conta o seu progresso, autorizou a abertura da Estrada Mato Grosso, atual Comendador Araújo, visando dar continuação à Rua das Flores. Para efetivar a obra, foram demolidas construções que bloqueavam a via e aterrado o charco ali existente.

Inaugurada em 1874 com o nome de Largo Oceano Pacífico, a praça com mais de quatorze mil metros quadrados foi renomeada em 1879 para seu nome atual, Praça General Osório, em homenagem a Manuel Luiz Osório, ministro da guerra em 1878 e herói da guerra do Paraguai.

No final do século XIX, a praça era utilizada como espaço para manobras militares, espetáculos circenses e feiras agrícolas. Os melhoramentos no local começaram em 1903, com a arborização da avenida compreendida entre as ruais XV de Novembro e Comendador Araújo, atravessando a Praça Osório.
A partir dessa época, o local consolidou-se como local de lazer e entretenimento, uma vez que o Parque Éden Paranaense, um barracão de madeira, foi inaugurado. Um cinematógrafo atraía uma multidão ansiosa em apreciar as imagens que o aparelho exibia. Ao redor do cinema, barraquinhas vendiam guloseimas e bandas de música se apresentavam.

Recentemente, a praça recebeu diversas melhorias realizadas pela prefeitura municipal. Entre elas, estão a instalação de canchas de esportes, vestiários, sanitários públicos e playground. Em comemoração aos trezentos anos de Curitiba, no ano de 1993, recebeu uma réplica de um relógio antigo localizado em sua entrada principal, com quatros faces de visualização. Outras ações a instalação de câmeras de segurança monitoradas pela polícia municipal, dando ainda mais segurança aos pedestres e comerciantes.

Fonte: Boletim Casa Romário Martins “Praças de Curitiba – espaços verdes na paisagem urbana”.

chafariz atualmente

Antigamente

 

 

Post Anterior
Próximo Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =