Estelionato sentimental: golpistas se aproveitam do afeto das vítimas

Você sabe o que é estelionato sentimental? É quando uma pessoa se aproveita do sentimento e da confiança da outra, para conseguir que a vítima entregue dinheiro ou outros bens materiais.

No início de agosto, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que altera o Código Penal, caracterizando este golpe como estelionato sentimental. O projeto deve ainda passar pelo Senado.

Segundo Nardenn Souza Porto Advogado especialista na área , ajuda às vítimas e se tornou referência nacional em casos envolvendo Estelionato Sentimental.

Estelionato Sentimental é uma prática criminosa que se configura a partir de relações amorosas e sentimentais, cujo conceito se toma por empréstimo daquele definido no art. 171, do Código Penal, quando o agente (golpista) obtém para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento, ou seja, a vítima fica numa falsa percepção da realidade, até que o golpista consiga alcançar o seu objetivo final.

Para a caracterização do Estelionato Sentimental deve-se comprovar cabalmente que o golpista tinha a intenção de tirar proveito da boa-fé́ da vítima, com intenção ilícita de causar prejuízo, visando unicamente o seu próprio bem-estar.

Indivíduos praticantes desse tipo de ilícito são dotados dos “talentos” de enganar, de mentir, de burlar, de fraudar, de ludibriar, de trapacear, dentre outros. São manipuladores  e possuem um poder de sedução visto em poucas pessoas.

Usando os “talentos” descritos acima, o “cidadão 171”, muitas vezes estuda sua vítima e, após identificar o possível alvo, utiliza todo o seu poder de sedução para induzir a vítima ao erro (como se hipnotizada estivesse), e, assim, obtém a confiança desejada, e, deste modo consegue auferir o lucro que almejou na sua empreitada.

A arma utilizada no caso de estelionato sentimental, é o próprio sentimento da vítima que, por muitas vezes passa por um momento difícil (falecimento de um ente querido, divórcio, carência, doença, problemas psicológicos, etc). O golpista utilizando a sua Expertise, e se aproxima da vítima e em um curto espaço de tempo faz promessas de amor, de construir uma vida, enfatiza que tudo o que está sendo adquirido e construído é do casal, ou seja, usa um disfarce para conseguir tudo o que almeja, faz a vítima achar que está vivendo o famoso “felizes para  sempre . Induzir a vítima em erro e mantê la nesta condição até que alcance o objetivo traçado é a ação principal do golpista. Neste ilícito, o golpista leva a vítima à falta de percepção de realidade, mantendo-a em uma condição de imperfeita noção do que de fato está acontecendo. A vítima é emocionalmente conduzida se a portar de uma forma oposta à realidade, e, acaba fazendo tudo o que o golpista pede, sem perceber que está em uma enrascada!

Como pode proceder o Estelionato Sentimental ?

 100% VIRTUAL ou MISTA

Nesta espécie, golpista e vítima se conheceram em algum aplicativo de relacionamento e jamais se conheceram presencialmente, permanecendo em uma relação 100% virtual;

Já nesse caso, golpista e vítima se conheceram através de algum aplicativo de relacionamento, no entanto, em algum momento marcaram um encontro presencial. A partir do encontro a espécie sai da espécie 100% virtual e torna-se, mista (o caso pode ocorrer de forma inversa – relacionamento presencial que no segundo momento foi direcionado para o aplicativo);

100% presencial:

 Pessoas que se conheceram presencialmente e permaneceram desta forma até o fim do “relacionamento”.

Em todas as espécies de estelionato sentimental listadas acima a vítima precisa rapidamente se dirigir à delegacia de polícia, bem como procurar o seu advogado, ou a Defensoria Pública do seu Estado.

Quando a pessoa descobre efetivamente que caiu no golpe do amor, não deve xingar, bloquear, deletar as conversas do aplicativo ou e-mail, nesse momento, a vítima precisa agir com bastante tranquilidade e frieza (precisa dar o golpe no golpista).

A vítima precisa continuar a conversa como se nada tivesse acontecido. E nesse momento, mais do que nunca a ajuda especializada é de extrema valia. Neste momento, interessante cessar qualquer tipo de transferência de valores e ou pagamento de boletos e se dirigir imediatamente até a delegacia especializada mais próxima da sua casa para tentar identificar o local de onde o golpista esteja aplicando o golpe (a polícia poderá identificar a localização através do IP e demais tecnologias da atualidade)

Procure um advogado especializado para crimes cibernéticos. Lembre-se que há outros tipos de golpes, como por exemplo: extorsão, vazamento de informações e/ou nudes, fraudes no PIX, na conta bancária, cópia do cartão de crédito pelo site de compra, boleto falso.

Fonte : Repórter Brasil  e Nardenn Souza Porto Advogado

Post Anterior
Próximo Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =